terça-feira, junho 13, 2006

Num Café de Paris



Num café de Paris
uma atriz brinca com a fumaça do cigarro.
Eu a havia visto no palco

branca e bela e ruiva
como alguém que conheço.
Ela fazia bolhas de fumaça
com graça
com raça
e nem disfarça
quando me aproximo
com meu olhar latino
e a convido para dançar uma salsa
que tocava no ambiente.
Ela disse: oui,
viens mon garçon,
montre moi ton ballet.

Eu juro que flanei na fumaça que subia distraída.
Postar um comentário