quarta-feira, agosto 09, 2006

Bocas queimadas

Quantas rupturas preparamos?
Quantos desastres previmos no ano anterior?
Um sem-número de separações litigiosas?
Arrancar a boca que eu beijei e jogá-la aos leões?
Eu moldei essa boca em barro,
queimei no forno e pintei.
Quero, na verdade, guardá-la mais um pouco.
Semana próxima eu a partirei em mil pedaços.
Contente?
Postar um comentário