quarta-feira, setembro 06, 2006

eclipses e sofismas


Eclipse lunar
fragiliza piscianos
aviva questionamentos
agita
enerva
produz insônia
torna impossível a espera do amanhecer.

Levanto-me como lobisomem

caminho pelas ruelas tortas
de bairros periféricos belohorizontinos
assusto transeuntes.

Prefiro aconchegar-me no interior dos muros de pedra.

Companhia dos calangos
traz harmonia.

Passa o eclipse

(ainda bem, não são duradouros)
fantasmas desaparecem
mundo volta ao normal.
Tudo são sofismas
grandes cismas
das relações humanas.

Postar um comentário