quinta-feira, março 26, 2009

Captura fotográfica



O momento que se captura
no centésimo de segundo
de abertura do obturador
representa quanto tempo de fato
em minha vida?

Mas a máquina fotográfica
o registra digitalmente
como se fosse mágica
no momento da parada
e rouba minha alma
envelopa minha memória
naquele tempo que não vejo.

Não observo a mim mesmo.
Só me vejo em registros de outros.
Vejo-me aos pedaços,
a imagem apenas sugere
nunca mostra aparências
nem vivências acumuladas.

Postar um comentário