sexta-feira, setembro 04, 2009

ÍCONES





Imaginação e fantasia
ÍCONES
Woodstock quarenta anos
Índigo blues
Verso e reverso
Pressão no marketing
Na história dos tempos
Transformados em imaginários
Coletivos rebelados e debelados
A intenção para no meio do caminho:
quem cria e quem recria
dizem a mesma coisa?


Poesia não é código, palavra sim.
Poesia reutiliza, polemiza,
Anarquiza o código
Coloca o homem na frente do tempo
Tempo seguindo atrás do tempo
Nunca se distanciando de si próprio
Em demasia.


Tempo, distância segura
Entre transgressão e apropriação
Na inovação tecnológica e cultural.


A história tem sempre razão
Ou joga com o imaginário do tempo moderno
A partir do imaginário do tempo antigo.
Os homens jogam dados com o universo
E a natureza agradece.



Postar um comentário