sexta-feira, novembro 19, 2010

RELEITURAS ROSEANAS 12





Do engano, fabrica-se acertos.
O erro, certifica-se em cartório:
falseia-se e averdadeira-se,
faz-se de contas que foi tragédia.
Ajustada nas batentes jornadas
comedia-se, renovada história.
O antes torto, retifica-se
o excêntrico, circunferencia-se.
Tudo se acerta na vida
apesar de árduas trajetórias:
deuses e demônios são transitórios.

Postar um comentário