sábado, janeiro 29, 2011

VALE A PENA VIVER N 13



Ruidos dos remos na lagoa
bate, puxa, levanta,
deita, empurra, bate.
Marolas navegáveis
movimentos de pernas e braços
respiração.
E o barco desliza sem constrangimentos
nem mágoas.
Dia de ontem um desejo satisfeito:
Ver e ter as mãos da mulher amada
pousadas ternamente na perna.
Pernas de homem.
Pelos aumentam com a idade?
Bando de garças
voo rasante
centímetros do espelho d'água
em direção ao barco.
Ameaçam o navegador?
Metros à frente dos olhos
que se arregalam
desviam a direção.
Asas da última garça alinhada
lado a lado com remador solitário.
Objeto barco
humano remador
animal garça
águas, pedras, árvores, sol,
lua minguante ainda no céu.
Todos os elementos dos desejos
somados à imagem da mulher:
desejos perseguidos.
Um dia a mais na vida
que a vale a pena ser vivida.

Postar um comentário