sexta-feira, abril 08, 2011

CURTA 64



Que deuses a protegem
na porta de casa
e no armário de anáguas?
A essência d'Ella não se discute:
apropriada no beijo noturno
guardo-a no subsolo de meu sonambulismo.

Postar um comentário