sexta-feira, abril 29, 2011

CURTA 72



A cidade dos asteriscos
nasceu para crescer pequena.
Avançou sobre rios
enterrou seus brejos.
Chora em todas as chuvas.

Postar um comentário