domingo, maio 22, 2011

CURTA 78

Ruas de mão única
Impedem-me de voltar.
Revir, rever, reviver,
Melhor nos boulevards
Das reminiscências indeterminadas.

Postar um comentário