segunda-feira, outubro 03, 2011

CURTA 129


Em minha boca
palavras que não proferi;
Em minhas mãos
gestos que não gesticulei;
em meu cérebro
sonhos que não sonhei:
pior dos julgamentos.

Postar um comentário