domingo, março 11, 2012

CURTA 148


Manhã de brumagem,
pouco acontece:
barro de chão amolece,
olhar de cão entristece,
vento leste enfurece.
Broa de fubá me apetece.

Postar um comentário