quarta-feira, maio 09, 2012

CURTA 152


Rugas crescem, 
se exibem na epiderme.
Gostaria que fossem rugas poéticas,
contadoras de causos,
narradoras de epopeias.
São apenas testemunhas.

Postar um comentário