segunda-feira, agosto 13, 2012

CURTA 169


No espaço entre o forro e o telhado,
uma ninhada de pardais.
Local acessível apenas a pássaros.
Sono maior que sentimentos pardológicos,
transportei ninhos para árvores do quintal.
Agora durmo tranquilo.

Postar um comentário