quinta-feira, outubro 18, 2012

NOTAS DE LEITURA EM REVISTA DE BORDO 13


1. Algumas obras de arte ganham vida além da técnica, da estética e do julgamento crítico. Exemplos são as pinturas naif.

2. Nada como um prédio com uma bela arquitetura, vanguardista ou não, para alegrar visitantes e usuários cotidianos. Uma paisagem bonita, embora urbana, pode transformar nosso marasmo de todo dia.

3. Os dramaturgos gregos, Sófocles entre eles, já escreveram sobre quase todas as tragédias e comédias humanas. Já os chineses são invencíveis nas artes cênicas. Dão vida às tragédias e comédias como ninguém, com enorme riqueza e sutileza. 

4. As sombras do passado permanecem e são importantes em certos lugares. Hoje acreditamos, e dados científicos mostram, que os palcos de misteriosos rituais desapareceram pela seca e superpopulação local provocados por uma caos na gestão ambiental. Lições?

5. Não sou um jovem louco por adrenalina, mas também gosto do turismo de aventura. Paisagens daqui e de lá, aguardem-me.

6. Navegar é preciso! Em mar, terra, ou ar. Basta ir de coração aberto para acumular riquezas. E não é preciso ir longe. Atravesse a montanha e descortine o horizonte do outro lado.

7. Um gordo olhar nas novas pizzas em oferta: queijo, uva e mel; queijo de cabra e aspargos; frango desfiado, tomate seco e pimentão; peito de peru, catupiri e cebola temperada na manteiga de búfala; linguiça de javali, mussarela e alecrim. Splaaaassssh.

8. Uma cerveja com samba e tiragosto em um boteco da Lapa (Rio) tem sempre um sabor diferenciado. Vale a pena, mas beba com moderação.

9. Um amigo me disse que não morrerá sem transar com uma mulher negra. Coisa de branco besta! Meu fascínio é pela cultura das mulheres negras. Transar até pode ser consequência, mas nunca é antecedência. É preciso amá-las primeiro.

10.Cajuí, caliandra, e acarajé. Caiapós, cataratas e cristalina. Casario, luminárias e vinícolas. Contemporâneo, conterrâneo e bicicleta. Cosmopolita, perspectiva e pequi. Palavras iluminadas.

Postar um comentário