domingo, fevereiro 10, 2013

CURTA 197


Em companhia de morcegos
inquietações ecoam paroxítonas.
Trago a poetiza para a minha cama,
o primeiro orgasmo se aproxima
tão logo ela verseja a terceira rima.
Quando a musa longe mensageia
a nota breve de meus olhos
serenamente ondula e serpenteia.
Postar um comentário