segunda-feira, novembro 11, 2013

CURTA 218


O passado, tão incerto,
(cada vez que lembro
recordo diferente)
como pode ter me trazido
aos dias de hoje?
Como pode ter gente
em destino tão crente?

Postar um comentário