segunda-feira, novembro 11, 2013

CURTA 219


A palavra, às vezes, é desnecessária
entre pessoas de ideias comuns.
A palavra, às vezes, é inútil
entre pessoas com ideias diferentes.
Vivo silêncios assim:
interessantes com uns,
desconfortáveis com outros.
Em silêncio evito aspas.

Postar um comentário