terça-feira, junho 24, 2014

RELEITURAS ROSEANAS 17


No descabimento de minhas lembranças
recupero meus últimos olhares;
no descumprimento de minhas palavras
recomponho minhas posturas;
na desfaçatez de minhas andanças
reafirmo minhas trajetórias.
Somos mensageiros de querelas 
descabidas: ausências e querências.

Postar um comentário